PablitoDiz 2 – Machado e Sua Obra

Post novo neste, post antigo de meu antigo blog PablitoDiz, de 2003.. Neste texto tentei brincar com os nomes das obras de Machado de Assis. Uma homenagem simples. Identifique as obras de Machado.

Machado e sua obra

Quem não conhece um cara como meu amigo Plínio, num pode ver um rabo de saia, olha até pra desenho animado, foi um bom tempo apaixonado pela mulher do desenho do Roger Rabbit, gostou da Tina do Maurício de Souza. O legal é que além disso, ele era um cara recatado, introspectivo, gostava de ensaiar suas investidas, perfeccionista ao máximo. Se apaixonou pela menina da biblioteca, ele nem gosta muito de ler, na realidade ele curte contos, e só. Mas a biblioteca não era das melhores, e só tinha o livro de contos de Machado, e só. Mas ele não cansava de ir buscar o seu livro de contos do Machado, lia e relia, decorava, recitava, sabia de cor toda a biografia do mestre, O Apólogo então… o interessante é que ele nunca tinha coragem de chegar e dizer tudo o que sentia por sua nova amada, de nome Mariana, filha de D. Paula, famosa cartomante, ele queria ser diplomático, um homem célebre, sabia que ela era a desejada das gentes, essa era a causa secreta, queria que fossem como Adão e Eva, queria ser o enfermeiro de suas mazelas, várias histórias. O fato de ela trabalhar numa biblioteca o deixava ansioso, não queria lhe parecer fútil, ele precisava de uma mudança, de uma metamorfose, isso, metamorfose, baseado nisso ele mudou de livro, quis parecer mais culto, pegou o Metamorfose em espanhol antigo, claro que num entendeu lhufas. Kafka está longe de ser acessível, ele então voltou ao Machado, e releu O Apólogo, seu medo era servir de agulha para uma linha ordinária, que ela tivesse ar de agulha. Ele não sabia nem como chamá-la, qual seria o pronome de tratamento que ele se dirigiria a ela? O legal é que ele então decidiu a cada dia anotar um nome em que ele poderia chamá-la, marcava no Palmito (apelido que ele mesmo deu ao pequeno e inseparável Palm). Ele fez isso durante uma semana, não agüentava mais, ele tinha que tentar, ir aos braços de sua amada, chegar e falar, desembuchar, expressar seu grande amor, achava que era chegado o dia. Ele então foi devolver o livro e…somente sorriu. Sem graça, mas sorriu, sentiu vontade de se matar depois, se indagava como poderia ter sido tão idiota. Não podia mais perder essas oportunidades, a próxima seria a saída desse marasmo amoroso e vicioso. Chegou o dia D, ele tomou coragem e chegou, ligou o palmito e leu o mais rápido que pôde: – Mari gatinha, munhé, chuchu, princesa, mãinha, patroa, polícia, pitchula, benhê, sonho meu, mozinho, alegria, pitéu, inspiração, caroço da minha azeitona, tampa da minha panela, paixão, metade da laranja, remela dos meu zóio, anjo, vida, docinho, coração, flor, amor, tesouro, gracinha, more, querida, rainha, estrela, lindona, lindinha, fofucha, tetéia, mulherão, máquina, avião!
Ela, estupefata, muito calmamente levantou o braço e mostrou seus lindos dedinhos da mão esquerda, neles um artefato dourado brilhava, resplandecia, chocava, pesava, o famoso bambolê ela demonstrava com ar de superioridade, com pinta de mulher fatal impossível, e disse: Sorry queridinho, sou casadíssima, e sorriu.
Nosso Plínio, cujos olhos cegados pela paixão não enxergava tal adereço importante, não se conteve, não ficou tão por baixo, disse com voz embargada que era brincadeira, imagine, gostar da mulher da biblioteca, e saiu.
Chegou em casa e finalmente se aliviou, pegou o machado e se matou. E ela? Ela chora até hoje, pensa em nunca ter tido o amor pleno com quem realmente a amava. É, oportunidades são únicas, e o mundo? O mundo? O mundo dá voltas, e como dá. Como Byron já disse um dia: “Cedo ou tarde o amor se vinga”.

11 Respostas to “PablitoDiz 2 – Machado e Sua Obra”

  1. Liy Says:

    Caramba! *.*

    Nem sei o que falar… Só sei que ri da remela. =P

    Warzito, tu me surpreende, rapaz. =D

    Baciiiiii!

  2. Eduardo Reis Says:

    Muito bacana o texto… É bom por ai… O mundo da voltas e o amor se vinga…rs

    Abração

  3. Talita Says:

    Oi Warley
    Gostei de como ele a descreveu, rs…e do fim.
    Enaquanto a machado, vixe não consegui muito identificar, infelizmente não leio muito literatura brasileira, tenho que aprender a ter prazer pelos livros brazucas, sei q ha muita coisa boa, maspreceiso começar…Enfim, vamos ver se esse ano leio algum….Ah, to querendo ler Kafka, este livro que citou no post mesmo, preciso ler para ver.
    bjos
    TA🙂

  4. Daniela :) Says:

    Muuuuito bom o texto Boss!
    Caramba, pode até fazer um livro com tudo isso o que você escreveu! Eu queria saber escrever bem mesmo sabe, colocar os sentimentos pra fora com algumas palavras bonitas, de uma forma bonita! Mas só quando eu to muito inspirada mesmo que sai alguma coisa, e não são muito boas, mas eu adoro escrever, sempre que não tenho o que fazer abro o caderno e começo a escrever o que me vem na cabeça. ^^
    Ler eu também gosto, mas tem que me interessar mesmo, se não perco toda a vontade, agora to lendo o livro “Nunca desista dos seus sonhos”, é muito bom!
    Sempre que venho aqui comentar no seu blog escrevo um monte, não sei porque, mas me dah vontade de escrever aqui. uhauauhauhaha.

    É isso ae. E continue postando os textos do PablitoDiz, são maravilhosos! Tá ai mais uma qualidade sua, escrever super bem xD

    beeijos.

  5. Paula Says:

    Poxa, que pesado! E leve?!
    Tava rindo (com o Palmito) e “meu mundo caiu” (Maysa).
    Falar em amor, verdadeiro, passageiro, eterno enquanto dure, é sempre difícil e desperta inúmeros sentimentos ao mesmo tempo. Ainda mais em quem saiu há pouco tempo de uma relação longa ou em quem nunca teve algo muito intenso. É sempre pesado por mais bonito que seja. As consequências são imprevisíveis sempre. Mas todos gostam, se não não amariam. Será?

    Besos y hasta luego, guapo!

    http://www.paulacabral.wordpress.com

  6. Thayná de Almeida Says:

    Uau Warley,
    adoorei o texto pricipalmente o finalzinho:” Cedo ou tarde o amor se vinga.”
    O amor ás vezes é cruel,faz com que façamos coisas inimagináveis…
    infelizmente!!

    BJz’s Moçinho

  7. Kelly Spinola Says:

    Belissimo texto😀
    Pois é a vida é uma caixinha de surpresas .As vezes damos valor as pessoas que não merecem, como é o caso dessa moça.Ela não era feliz,e não percebia isso.Depois que a ficha caiu era tarde.E com essas e outras historias que nos fazem ter uma visão diferente , aprender algo de importante para nossas vidas.Como as meninas disseram, porque você não escreve um livro ? tenho certeza que com sua sinceridade , bom humor , simpatia você conquistará cada vez mais pessoas, assim como nós !.Um forte abraço ;D

  8. Karol Martins=) Says:

    Acabei de perceber que tenho que ler mais Machado de Assis,acho que vou começar com os áudio livros que o Rafa fez…Mais aí eu não vou ler né?

    Vou ouvir,mais acho que conta também…Ahhh esqueceee….

    Beijo Grande,
    Karol Martins=)

  9. Bruu Cabral Says:

    Vamos lá, vou colocar os títulos que achei:

    A Cartomante
    O Diplomático
    Um Homem Célebre
    A Causa Secreta
    Adão e Eva
    O Enfermeiro
    Várias Histórias
    O Apólogo (A agulha e a linha)

    Tem mais?

    Nossa, adorei! hahaha, muito divertido isso!

  10. Fabibibi Says:

    Warley, achei muito bom esse texto sobre as obras de Machado parabéns!! Como disse sou sua fã e acompanho o seu trabalho desde o CQC, mas agora aqui no blog vejo seu enorme talento em várias áreas(escritor, ator, …) e há muito tempo, já que esse texto é antigo. A cada dia que passa gosto mais do seu trabalho. Gostaria de ver todo esse talento junto novamente nos palcos seja como ator ou como um excelente escritor de textos de stand up. Quando é que vc irá nos presentear ao vivo e a cores de novo? Bjinhos

  11. Luciani Says:

    Ótimo texto! Adorei!

    E é isso aí… Oportunidades são únicas!
    É preciso saber aproveitá-las…

    😉 Bjusss

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: